sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Exercícios - Pronome Oblíquo Átono

COLOCAÇÃO DO PRONOME OBLÍQUO ÁTONO




Me, te, se, lhe (s), nos, vos, o (s), a (s) } lo(s), la(s), no(s), na(s)



1-) PRÓCLISE: É quando o pronome oblíquo átono vem antes do verbo.

Principais regras:



a-) Com palavras de sentido negativo (não, jamais, nada, ninguém etc.)

Exemplo:

Ninguém lhe disse a verdade. Nada o detém.

   

Palavra negativa verbo Palavra negativa verbo



Obs: Quando houver uma pausa ( ,, ;, - ) entre uma palavra das regras da próclise e o verbo far-se-á ênclise.

Ex.: Lá, deixei-os.





b-) Com pronomes relativos (que, quem, o qual, a qual, os quais, as quais, cujo (a), onde etc).

Exemplo:

Tens que beijar a mão que te abençoa.

 

Pronome relativo verbo



Esta é a pessoa a quem me refiro.

 

Pronome relativo verbo

A pedido, próclise.

Ex.: Deus nos ajude (palavra religiosa).



c-) Com certas conjunções, advérbios e pronomes indefinidos (muitos, poucos, diversos, vários, alguns, lá, sempre, já, aqui, quando, que, se, assim que, embora etc).

Exemplos:

Só aceito se me pagarem o dobro.

 

Conjunção verbo



Já se sabe quem venceu.

 

Advérbio verbo

de tempo



2-) MESÓCLISE: com verbos no futuro do presente do pretérito.

Exemplos: Dir-lhe-ei o que sei sobre o caso.



Fut. do pres.



Ser-me-ia difícil decorar tanta matéria.



Fut. do pret.



3-) ÊNCLISE:

a-) Nas frases começadas por verbo.

Exemplo: Passe-me o pão.



b-) Quando o verbo estiver no infinitivo, precedido de preposição.

Exemplo: Estou disposto a perdoar-lhe.

 

Preposição verbo no infinitivo



Tornarei a vê-los no próximo ano.

 

Prep. verbo no infinitivo



c-) Com verbos no gerúndio, desde que não venha precedido da preposição em.

Exemplo: Chamou o garçom, inclinando-se para trás.



gerúndio



EXERCÍCIOS:

1-) Coloque o pronome oblíquo dos parênteses no seu devido lugar:



a-) O estoque já tinha esgotado. (se)

b-) Nada sabe a respeito da notícia. (se)

c-) Prestarei contas. (lhe)

d-) Não diga asneiras. (lhes)

e-) Sentiria embaraçado. (se)

f-) Jamais contaria a história toda. (me)

g-) Há pessoas que prezam. (se)

h-) Ninguém convidou. (nos)

i-) Diga que compareçam. (lhes)

J-) Contentou-se em ver. (os)

e-) Basta viver trinta anos. (me)

f-) Garantirei o seu futuro. (lhe)



2-) Assinale a opção em que a colocação pronominal esteja correta:

a- ( ) Depois que eles se retirarem, venha até minha casa.

b- ( ) Me dá aqui um dos seus belos plapites.

c- ( ) Quando age-se com honestidade, tudo dá certo.

d- ( ) Alguém importante trouxe-lhe aquele livro.

e- ( ) Encontrarei-te no colégio amanhã.



3-) Justifique a colocação dos pronomes átonos das frases abaixo:

a-) Tudo isso já lhe pertenceu.

b-) Dar-me-iam água para lavar as mãos.

c-) Nunca se expunha ao sol sem cobrir as mãos.

d-) Resta-lhe pouco tempo.

e-) Cobri-me dos pés a cabeça, rezei um Credo.

f-) Passo a observá-los.

g-) Jamais lhe perdoarei esta traição.

h-) Não se faça de esquecido!

i-) Combater-se-ia até amanhecer.



4-) Assinale a opção em que a colocação pronominal está correta:

a- ( ) Não foi o interesse que obrigou-me a casar contigo.

b- ( ) Já ontem comprei-lhe o uniforme ...

c- ( ) Não se passa um só dia sem lamentar as travessuras desse moço.

d- ( ) Este é o homem com quem casei-me segunda vez.

e- ( ) N. d. a.



5-) A frase em que o pronome oblíquo deve ficar em ênclise é:

a- ( ) Agora _____________ recordo _____________ das suas observações. (me)

b- ( ) Soldados, __________ lembrai _________ do nosso capitão. (vos)

c- ( ) Deus _____ proteja _________, minha irmã! (te)

d- ( ) Alguém _________ espera _________na esquina. (o)

e- ( ) Há pessoas que ___________ querem _________ bem. (nos)



6-) Assinale a opção em que a colocação pronominal está incorreta.

a- ( ) Você bem merece os sacrifícios que lhe faço.

b- ( ) Ela declarou que tudo lhe perdoaria.

c- ( ) Mal se cumprimentaram, começaram a discutir.

d- ( ) Não posso; acuse-me você.

e- ( ) N. d. a.







7-) Justifique a colocação pronominal:

a-) Abaixando os olhos ou desviando-os para os lados.

b-) Nada nos amedrontavam.

c-) Quase tudo nos convém.

d-) Bebo porque é líquido, se fosse sólido, comê-lo-ia.

e-) Quando nos entregarão os relatórios?

f-) Amanhã te direi as notas.

g-) Aqui, em se plantando tudo dá.

h-) Abre-se o mundo por mil portas.

i-) A porta se fechou, desligando-a para sempre do mundo.

j-) Me sinto como um navio abandonado.

l-) Não me queiram iludir.

m-) A situação agora havia se invertido



8-) “A máquina o fará por nós”.

a-) Forme com pronome mesoclítico.

b-) Forme com pronome enclítico.



9-) Assinale a alternativa errada:

a- ( ) Agora, me conte tudo outra vez.

b- ( ) Ter-se-ia discutido outro problema.

c- ( ) Se o tempo melhorar, vou-me embora.

d- ( ) Agora se negam a depor.

e- ( ) Ofereceu-se boa oportunidade.



10-) Assinale a alternativa correta quanto à colocação pronominal.

a- ( ) Aquilo parece-me um sonho.

b- ( ) Este que fala-vos nunca disse mentiras.

c- ( ) Sairei, já que não me aceitam no emprego.

d- ( ) Aqui deu-se a maior tragédia da história.

e- ( ) N. d. a.



1-) Justifique a colocação pronominal:

a-) O exército contar-lhe-ia todas as estratégias.

b-) Ao menos, não te lembrarás de mim.

c-) Esta menina nunca me deu um abraço.

d-) Diga-me o que está sentindo.

e-) Não me deixaram entrar na sala de aula.

f-) Assim se transformam os homens.

g-) Posso contar-lhe uma piada mãe?

h-) Procuram-se talentos.

i-) Em se tratando de assuntos econômicos, dirija-se ao nosso contador.

j-) Recusou o convite, fazendo-se de ocupado.



2-) Numerar de acordo:

( 1 ) Próclise – palavra negativa;

( 2 ) Próclise – advérbio;

( 3 ) Próclise – pronome relativo;

( 4 ) Próclise – pronome indefinido;

( 5 ) Próclise – pronome demonstrativo;

( 6 ) Próclise – conjunção



( ) A iluminação não me permitia um exame profundo.

( ) O homem parecia desatento; o outro se mantinha firme.

( ) Aquilo se expandia; era como o cheiro de um gambá escondido.

( ) O caminho da felicidade que nos ensinastes vai além ...

( ) No momento em que fecho a porta, certamente me desprendo do mundo.

( ) Poucos se negaram ao trabalho.

( ) Isto não nos convém.

( ) Daquilo me culparam, mas nada ficou provado.

( ) Jamais te afaste de mim.

( ) Recado algum nos chegará.

( ) Soube que me dariam a autorização.



3-) Em todas as alternativas o oblíquo coloca-se proclítico, exceto em:

1- ( ) Deus ___________ livre _________ de um tropeço na prova! ( o )

2- ( ) Como _______ achou ________ ontem? ( o )

3- ( ) Não quis o rapaz aqui, _________ mandei- _______ embora. ( o )

4- ( ) Talvez ______ encontre ________ na outra sala. ( o )

5- ( ) Nada _______ perturba ________ nas provas. ( o )



4-) Assinale a alternativa errada quanto a colocação pronominal:



1- ( ) Agora, ajeite-se como quiser.

2- ( ) Agora convenci-me da verdade.

3- ( ) Se se pode ir, vai-se.

4- ( ) Quanta honra encontrá-la.

5- ( ) N. d. a.



1-) Justifique a colocação pronominal:

a-) Você bem merece os sacrifícios que lhe faço.

b-) Essas criaturas me inspiravam piedade.

c-) Enviaram-lhe diversas flores.

d-) Iara, disse ele, ninguém lhe nega o direito de chorar.

e-) Dar-me-ás o prazer de tua companhia?

f-) Era impossível que não lhe deixasse uma lembrança.

g-) Crer-se-ia que este papel fora escrito com uma pena arrancada das asas do demônio.

h-) Não os avisaram da reunião.

i-) Não o convidarei para a festa.

j-) Deus o favorecerá!

l-) Em se levando em conta sua fisionomia, suas atitudes até que estão calmas.

m-) Quem o tratava assim?



2-) Assinale a opção onde a colocação pronominal está errada.

a- ( ) Tinha uma curiosa maneira de me dizer as coisas.

b- ( ) Dize-me com quem andas e dir-te-ei quem és.

c- ( ) Arrepender-te-ás amanhã por não teres estudado quando podias.

d- ( ) Dominando a confusão de vozes, se ouvia o apito da polícia.

e- ( ) Em se tratando de convite seu, não podemos recusá-lo.



3-) Assinale as frases empregadas em sentido conotativo:

( ) Achei que ela tinha pernas estúpidas.

( ) O vento varria o telhado.

( ) Um grito de café fresco surgia na cozinha.

( ) Fizeram uma cara estúpida quando me viram.

( ) Nossas vidas formam um só diamante.

( ) Agora Antônio ia voltar dali com um nó no coração.

( ) Madrugada. O hospital, como o Rio de Janeiro, dorme.

( ) No porão da casa encontraram velhas fotos.

( ) Eu acho coisas é no meu sonho...

No rico porão do sonho...

( ) Arde meu peito em brasas de paixão.

( ) A cana cortada é uma foice.

( ) O tambor faz um grande barulho, mas é vazio por dentro .

( ) Faça uma fogueira com o máximo cuidado.

( ) Seu rosto foi consumido pela fogueira das minhas recordações.

( ) Você é uma página virada na história da minha vida.

( ) Prefiro responder-lhe pelas páginas de uma revista.

4 comentários:

  1. Os exercícios em forma de test sao bons e úteis, no entanto seria interessante, como forma complementária, que também houvesse pequenos textos do uso coloquial diário com as inadequacoes dos pronomes para que fossem corrigidos. Assim, os pronomes estariam contextualizados e portanto mais perto à realidade.

    ResponderExcluir
  2. O comentário acima está aplicado com o objetivo de atender à praticidade da Língua.

    ResponderExcluir
  3. Não adianta nada exercício sem gabarito, perdi meu tempo....Só queria saber com que objetivo uma pessoa coloca exercício sem gabarito, com o objetivo de ensinar não pode ser

    ResponderExcluir