terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Orações subordinadas substativas

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO



Um período é composto por subordinação quando há orações que dependem sintaticamente de outras. Esse período consta de uma oração principal e uma ou mais orações subordinadas (ou dependentes).

A oração subordinada exerce função sintática de um termo da oração principal e vem, normalmente, ligada por uma conjunção subordinativa.

Dividem-se em: substantivas, adjetivas e adverbiais.



Orações Subordinadas Substantivas



Exercem a função de um substantivo e classificam-se de acordo com a função que desempenham em relação a oração principal.

Geralmente, vêm introduzidas pelas conjunções integrantes que, se.



1- SUBJETIVA: Exerce função de sujeito da oração principal. O verbo da oração principal está sempre na 3ª pessoa do singular. Exemplo:

O quê? 1ª 2ª

É necessário/ que você nos oriente.

Or. Principal Or. Subord. Subst. Subjetiva



2- OBJETIVA DIRETA: Exerce função de objeto direto da oração principal – o verbo é transitivo direto e pede complemento. Faz-se as perguntas o quê? quem? após o verbo da oração principal.

Esta oração também pode ser introduzida pelas seguintes palavrinhas: quem, qual, quanto, como, quando e alguns pronomes indefinidos. Exemplo:

1ª o quê? 2ª

Ele comunicou / que partiria.

Or. Principal Or. Subord. Subst. Objetiva Direta



3- OBJETIVA INDIRETA: Exerce função de objeto indireto da oração principal. O verbo é transitivo indireto e pede complemento. É sempre introduzido com auxílio de preposição. Faz-se as perguntas com a preposição que estiver na frase, sempre após o verbo. Exemplo:

1ª de quê? 2ª

Ele se lembra / de que eram seis.

Or. Principal Or. Subord. Subst. Objetiva Indireta



4-COMPLETIVA NOMINAL: Exerce função de complemento nominal da oração principal. Vem sempre introduzido por preposição e completa o sentido de nomes (substantivo, adjetivo e advérbio). Exemplo:

1ª 2ª

Tenho receio / de que seja tarde.

Or. Principal Or. Subordinada Subst. Completiva Nominal



5- PREDICATIVA: Exerce função de predicativo da oração principal. A última palavra da oração principal é um verbo de ligação. Exemplo:

1ª 2ª

A verdade é / que ele voltou. { é – verbo de ligação (ser)}

Or. Principal Or. Subord. Subst. Predicativa



6- APOSITIVA: Exerce função de aposto da oração principal. Esta oração explica um substantivo ou pronome da oração principal. Podemos retirar a conjunção que da oração subordinada. Exemplo:

1ª 2ª

Só tem um desejo:/ que sejas feliz.

Or. Principal Or. Subord. Subst. Apositiva































EXERCÍCIOS:



1-) Transforme a oração subordinada substantiva em período simples:

a-) Os cidadãos querem que o governador os apoie.

b-) Pediram que o professor os auxiliasse.

c-) Anunciaram que o presidente chegaria.

d-) Informaram que o avião partiria.

e-) É importante que eles se unam.



2-) Faça o contrário do exercício 1:

a-) Aguardo o seu chamado.

b-) Verifique a existência de moléstia.

c-) Pediram a minha demissão.

d-) Precisamos de sua ajuda.

e-) Espero a sua colaboração.



3-) Divida e classifique as orações subordinadas abaixo:



a-) Começou a sentir que alguma coisa o agitava.



b-) Pensei que seríamos vitoriosos.



c-) Não se esqueça de que tem um horário rígido.



d-) Não sei quando voltarão.



e-) Parece certo que Roberto receberá a promoção.



F-) O engraçado é que você ficou na mão.



g-) Desejo um favor: que me empreste este disco.



h-) Ficou certo que hoje haveria jogo.



i-) Tudo depende de que estejas bem preparado.



j-) Márcia tinha receio de minha companhia.





4-)Classifique as orações grifadas:



a-) Não sei como chegaram até aqui.

b-) Perguntei-lhe se sabia do ocorrido.

c-) Não me oponho a que saias com ele.

d-) Que você volte ao colégio é fundamental.

e-) A sorte do rapaz foi que a polícia chegou.

g-) Já disse que não conheço essa moça.

h-) Os jornais deram a notícia de que tu casaste.

i-) Percebi logo que você estava fatigado.

j-) Não aceito essa desculpa: que choveu ontem.

l-) Ninguém revelou que nos desentendemos.

m-) Não convém que sofras.

n-) Tudo depende de que estejas bem preparado.

o-) Insistiu em que não fôssemos à festa.

p-) Descobri onde ele morava.

q-) O homem confirmou que estava interessado na casa.

r-) Eu derrubei o embrulho ,mas não me apavorei.

s-) É um animal frágil, logo merece todo cuidado.

t) O enfermeiro pegou a injeção e o paciente deu um grito.





Classifique as orações grifadas:



a-) Eles têm confiança em que eu faça sucesso.

b) O ideal seria que ninguém saísse antes do sinal.

c-) Ponho meu dinheiro no banco ou compro um carro?

d) Ora nadava, ora se expunha ao sol.

e-) Mexeu-se na poltrona, olhou para cima e levou um tombo.

f-) Que a verdade apareça é preciso.



5-DIVIDA E CLASSIFIQUE AS ORAÇÕES ABAIXO:



a-) Ou você consulta o dicionário ou fica sem resposta.



b-) A casa era velha ,os cômodos eram pequenos, mas estava em ótimo estado.



c-) Percebeu que entre eles havia algum problema



d-) Percebeu que já era tarde.



e-) Que você participe é indispensável.



f-) Não encontrei o Felipe nem vi a Sandra; logo não lhes dei o recado.



g-) Fale, mas não grite, pois aqui ninguém é surdo.



h-) O homem esperava que a mulher aparecesse.



i-) A moça sugeriu isto: que ambos jantassem juntos.



j-) Vejo que a vida não é um mar de rosas.



6-Classifique as orações em destaque:



a-) Fiquei com medo de que Arlete desmaiasse.

b-) Gostei de que fossem vitoriosos.

c-) É impossível que ele faça tal asneira.

d-) Importa que você progrida.

e-) Seu desejo era que o homem aceitasse o convite.

f-) Marina se esqueceu de que nós a convidamos.

g-) Conta-se que há turistas na cidade.

h-) Recebi o aviso de que te casarás com Eva.

i-) Que alguém se julgue perfeito é muito detestável.

j-) Veja que horas são.

l-) Parece que tudo está indo mal.

M Convém que jantemos juntos.

n-) Ignora-se ainda que o câncer tem a cura?

o-) O sol desapareceu e a chuva caiu mansamente.

p-)Os vizinhos tinham a certeza de que o jantar seria alegre.

q) Sente-se aqui e fique calado pois o assunto é muito sério.

r-) Entre na sala ou saia mas não fique parado na porta.

s-) Solicitaram que eu comparecesse.

t) Que você me explique é suficiente.

u-) Já desconfiávamos de que tudo era mentira.

v-) Não corras, que é perigoso.





















Assinale a resposta certa:



1-) “Nota-se que nunca perderam o papel principal”.

A oração sublinhada é:

a-) ( ) Coordenada Sindética Explicativa

b-) ( ) Subordinada Substantiva Predicativa

c-) ( ) Principal

d-) ( ) Assindética

e-) ( ) n. d. a.



2-) “Um se encarregou de que comprasse camarões”.

( ) oração principal

( ) oração absoluta

( ) Coordenada Sindética Conclusiva

( ) Subordinada Substantiva Completiva Nominal

( ) Subordinada Substantiva Objetiva Indireta



3-) Nos trechos:

a-) “Não é possível que a notícia da morte o deixasse tão tranqüilo”.

b-) “Digo que as lágrimas eram verdadeiras”.

A palavra “que” está introduzindo, respectivamente orações:

( ) Subordinada Substantiva Subjetiva e Subordinada Substantiva Objetiva Direta.

( ) Subordinada Substantiva Objetiva Direta e Subordinada Substantiva Objetiva Direta.

( ) Duas Subjetivas.

( ) Subordinada Substantiva Subjetiva e Coordenada Sindética Explicativa

( ) Subordinada Substantiva Objetiva Direta e Coordenada Sindética Conclusiva.



4-) “A verdade é que a gente não sabia nada...”

A 2ª oração é:

( ) Subordinada Substantiva Objetiva Direta

( ) Subordinada Substantiva Predicativa

( ) Subordinada Substantiva Subjetiva

( ) Oração Principal

( ) n. d. a.



5-) Aponte a alternativa em que ocorra oração coordenada sindética adversativa:

( ) Ou você resolve o exercício, ou fica sem nota.

( ) Ele não resolveu o exercício, logo ficou sem nota.

( ) Resolva o exercício, porque você ficará sem nota.

( ) Ele preferia ficar sem nota a resolver o exercício

( ) Ele ficou sem nota, mas não resolveu o exercício.



6-) Há Oração Coordenada em:

( ) A paisagem perdeu o encanto da frescura.

( ) Estudamos toda a matéria para o vestibular.

( ) Tomei um táxi, mas ainda cheguei atrasado.

( ) O autor sobre quem falávamos fará uma palestra amanhã.

( ) Não vejo flores nesta primavera.



7-) I- Não caía um galho, não balançava uma folha.

II- O filho chegou, a filha saiu, mas a mão nem notou.

III- O fiscal deu o sinal, os candidatos entregaram a prova.

Nota-se que existe coordenação assindética em:

( ) apenas na I

( ) apenas na II

( ) apenas na III

( ) em todas

( ) em nenhuma delas.

( ) na I e na III









Reescreva a oração em destaque segundo o modelo abaixo:



(Orações subordinadas substantivas)

É indispensável que modernizemos nosso sistema de trabalho.

É indispensável modernizarmos nosso sistema de trabalho.

É indispensável a modernização do nosso sistema de trabalho.



1. É provável que exista vida em outros planetas.

2. Basta que o povo coopere.

3. A solução é, a meu ver, que devolvam a terra a seu legítimo dono.

4. É importante que adquiramos uma aparelhagem mais moderna.

5. Comenta-se, em toda parte, que ele é o responsável por tudo.

6. Convém que leiamos atentamente o texto.

7. O professor sugeriu que interpretássemos o texto.

8. É mister que se conclua com a máxima urgência o planejamento atual.

9. Não importa que o conselho aprove ou não o nosso projeto.

10. Acho bem provável que o diretor intervenha na discussão.

11. É indispensável que aumentemos nossas exportações.

12. O governo espera que os deputados compreendam a importância da medida.

13. Seria útil que alterassem os planos.

14. Nota-se perfeitamente que a atitude é audaz.

15. É necessário que mantenhamos a ordem no recinto.





Reescreva as sentenças a seguir, seguindo o modelo:



(Transformação de período composto em período simples.)

Consideramos que a construção da estrada é perfeitamente viável.

Consideramos perfeitamente viável a construção

da estrada.



1. Julgo que são improcedentes as suas denúncias.

2. Considero que é impraticável a prática do futebol neste estádio.

3, A torcida acha que a compra do atleta é mais do que necessária.

4. O técnico supôs que o estado geral do time era satisfatório.

5. Reputo como sendo inverídicas as acusações a mim atribuídas.

6. Nós reconhecemos que foi imprudente a atitude que assumimos m última reunião.

7. O engenheiro-chefe julgou que seriam incalculáveis os benefícios que a adoção da método traria.

8, Considera-se que é mais do que certa a substituição do embaixador.

9/ Até o momento, o governo não achou que seria conveniente o racionamento de combustíveis.

10. É indispensável que reconheçamos que é impossível a aquisição da matéria prima .



Reescreva a oração em destaque, segundo o modelo abaixo:



É necessário que preparemos os originais.

É necessário prepararmos os originais.

É necessária a preparação dos originais.



1. Fez-se necessário que o diretor estivesse presente.

2. É importante que todos cooperem nesta emergência.

3. Foi desagradável que os torcedores agredissem o juiz.

4. Todos esperam que a seleção volte para homenagear os jogadores.

5. O entrevistado achou razoável que o governo intervisse na distribuição do leite.

6. Seria bom que os interessados devolvessem os formulários no dia seguinte.

7. Foi antipático que discordássemos da opinião geral.

8. Será proibido a partir de amanhã que os alunos entrem sem uniforme.

9. Causou espanto que comparecêssemos ao coquetel, já que

não havíamos sido convidados.

10. A esposa esperava que o marido retornasse do trabalho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário